domingo, 18 de março de 2007

Existem fantasmas?


Conta um amigo que há muitos anos, quando ele ainda era garoto, uma situação banal e puramente inocente, faria nascer um boato sobre a existência de um fantasma que durante muito tempo assombraria a localidade onde moravam.

Numa certa noite, a sua mãe terá acordado com fortes cólicas abdominais e querendo evitar incomodar os restantes habitantes da casa, desceu as escadas em camisa de dormir, disposta a andar um pouco na esperança de melhorar e embrenhou-se por entre a vinha que ladeava a habitação. Minutos depois, foi acometida por um mau estar, a que se seguiu uma absoluta, urgente e inadiável necessidade de esvasiar a tripa ali mesmo!

O processo foi algo demorado, dado que a cada tentativa de dar por finda a tarefa, outra cólica a atormentava, obrigando-a a deslocar-se por entre as videiras, ora erguendo-se na intenção de regressar a casa, ora voltando a por-se de cócaras, até que finalmente conseguiu fazer o caminho de volta e se enfiou de novo na cama, aliviada e satisfeita por ninguém ter acordado.

Passado algum tempo a família cordou sobressaltada devido a grande algazarra de pessoal da aldeia que de lampiões erguidos e armados de forquilhas, enchadas e paus, tinham saltado o muro e invadido o quintal, gritando que um fantasma vestindo de branco assombrava a aldeia e tinha sido visto a esvoaçar sobre a vinha da propriedade!!!

Apanhada de surpresa, a mãe do meu amigo incapaz de articular palavra, manteve-se em silêncio, acabando por guardar segredo sobre o ocorrido, factos que só mais tarde revelou à própria família, provocando grande risota.

Anos depois ainda se murmurava na aldeia sobre o malvado fantasma que naquela noite tinha descido à aldeia e de como o povo corajosamente o perseguira!!!

9 comentários:

david santos disse...

Olá!
Existem sim senhor!
Quem somos nós?
Bom trabalho, Adriana, parabéns.

adrianna disse...

ahahah Dadid santos,

Pois ... os fantasmas tb evoluiram e hoje em dia já aprenderam a teclar eheheh
Obrigada boa semana

Sharon disse...

Acho que os fantásmas só existem na nossa cabeça
E aqueles que nós alimentamos!

jotabloguer disse...

Pois! era o fantasma das cuecas rotas!
E eu na minha meninice, que medo tinha, quando escutava essas histórias...
Hoje em dia a vida também está difícil para os "ghosts"...
Há outras variantes...
Voltarei cá para ver outras histórias interessantes!
Jorge madureira

adrianna disse...

Que me lembre, nunca acreditei na existência de fantasmas ou espíritos, mas há histórias que emvolvem um certo mistério e me inspiram algum respeito.

Laura disse...

Ehhh não tinha visto este post e cá vou eu..
Fantasmas..pois claro, que banalidade hoje em dia, e a dita senhora fez bem em calar-se, senão ainda lhe acertavam com os varapaus..assim o povo metia-se nessas e noutras e deixavam de atazanar a vida dos outros, por outras formas ehhhhhhhhhhhhhh..

Laura disse...

Bem, já agora não acreditas em Espiritos?? mau mau mau..isso já é outra história, e mais dia menos dia, acreditas pois..se acreditas, só que não te metes a fundo na coisa, tens medo que salte fantasma ehhhhhhhh. jinhos..

adrianna disse...

eheheh eu regra geral, não receio mal vindo dos mortos. Os vivos é que podem lixar-nos a vida!
Boa dia e boa semana, gente fixe :)

Laura disse...

Ora aí é que a porca torce o rabo.. Não receias mal vindo dos mortos ? ehhhhhhhhhh mas quem sabe..olha que os fantasmas também não existem..e tá i a prova ehhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh..