segunda-feira, 12 de março de 2007

Algo estranho aconteceu ...


Bem, isto nem era para para divulgar, costumo ser muito recatada, diria mesmo até púdica quando se trata de partilhar ocorrências deste tipo, mas já que os visitantes são todos tão solidários, simpáticos e carinhosos comigo, aqui vai ...

Devem ter estranhado esta manhã encontrarem uma abelhinha a guardar o meu lugar. Como devem calcular, tudo tem uma explicação e isto não é excepção.

Ontem recebi uns amigos, cujos nomes me privo de divulgar, para evitar constrangimentos e até não ferir susceptibilidades nos demais, digamos que foi assim um convívio a modos que intímo, entendem? Não, não foi um bacanal, também não exageremos. Como ia dizendo, conversa puxa conversa ... uma bebida atrás de outra, ainda meteu uns passitos de dança etc. e tal, e só me lembro que de repente comecei a ficar ensonada.

Para além de ter ouvido o zumbido duma abelhinha e uns gritos aflitos, não me lembro de mais nada, só sei que acordei esta manhã junto à piscina, sem roupita, com uma simpática abelhita muito espantada a mirar-me do alto do arbusto. Do meu polo branco nem sinal, apenas encontrei o calção a uns passos dali, razão porque nem me atrevi a abrir a porta logo de manhã e deixar-vos ver-me nessa figura!!! É que pode não parecer, mas sou muito inibida, sabem???
Enquanto não descubro quem foi o maroto que escondeu ou levou a minha blusinha branca, fico por aqui, expondo só a bundinha. Ora, não ia aparecer aqui nua, além de ter vergonha iam pensar que sou um depravada!



18 comentários:

Jotabê disse...

Bem, para quem a determinada altura passou-se para o outro lado, acordou junto à piscina sem da roupa, só encontrou metade, afirmar com essa certeza que não foi um bacanal, será no mínimo, vá lá um tiro no escuro? Uma previsão? Ah, já sei, uma sensação de que não foi...

:)

beijoca

Laura disse...

ó pariga, e eu é que sei da tua blusa branca..mais vale perguntares ao Alves, ele é que dizia que preferia a blusa e o Anjo o arbusto...
Pá outra vez grava tudo, já que é costume perderes as beiras e as estribeiras..e depois ficas a saber por onde andaste o que fi9zeste e deixaste fazer, enfim..ai a nina que nem ganha juizo..e queres tu acompanharnos aos brasius nessa figura..Olha pa ela e depois vem a tv dos Bandeirantes e da rede Globo e já viste se o teu jardineiro via o programa...mau mau mau....

adrianna disse...

Isso significa um "NÃO"??? oh pra mim a berrar tanto que vos hei-de deixar cheias de remorsos ... nem terão coragem de continuar viagem

Ah! o Alves, pois ... hummm era ele o mais fixo na blusa, nera??? popis!!!
calhar era ele ontem à noite que ma puxava, mas tava escuro e depois de umas qtas bebidas, já nem decifrava quem me fazia o quê eheheh

adrianna disse...

Jotabê, num bacanal é assim a modos que tudo ao molho e fé em Deus? E a gente pode sentir alguém despir-nos com meiguice e ospois a seguir a uns pezinhos de dança e umas qtas bebidas será normal a gente já nem saber de que terra é? E ospois no fim costuma dar uma canseira daquelas? então foi isso, pronto! Confesso.
Mas gostei, sabes? Não dançei mto, plo menos lembro-me que mal me aguentava em pé depois dum dia inteiro a peladar, mas ... lá que foi bom e relaxante ...
jito

adrianna disse...

Lauraaaaaaa
Então se tu sabes que é o Alves que tem a minha blusa, pedes a ele que ma devolva??? Se não, não volto a assomar-me à janela ... sim, que os meus marmelitos não são pra andar por aí assim ao léu ehehh

Pepe Luigi disse...

Bom, Bom! Bum-Bum!
Sem mais comentários.

Um beijinho
do Pepe.

Laura disse...

é pra já..eta que brasileiro desmiolado..esqueceu de deixar a blusa, ele queria a penas cheirar a ver se tinha perfume francês ehhhhhh, mas vou pedir a ele e deixa lá na volta das cruzadas trazemo-la..deixa lá, mas vai demorar que os barquitos encalharam la nas cascatas...

Laura disse...

Já pedi ao Alves a blusa, isto se a tiver..ele precisa d euns miminhos também, vai até lá e faz rir o rapaz..o Anjo já lá foi, aquele anjo anda onde faz falta, a dar alegria por aí..jinhos..

adrianna disse...

Eu até ia, laura. Mas acho que já nem sei o caminho! De tantas voltas dar pla estrada pedalando sem parar, acho que fiquei baralhada das ideias
Ora vamos lá ver se encontro o Alves e lhe peço a blusa com mto jeitinho.

adrianna disse...

Pronto, laura
Já pedi ao Alves que me devolva a blusa. Qgora acredito que ele esteja msm de posse dela. Afinal era aquele maroto que à noite, no escuro ma tirava delicadamente.
Bem, até aí tudo bem, mas podia ter-ma voltado a vestir, não te parece???
O mocinho está numa de recordar vivências ... vamos dar-lhe um tempito.
Beijinho

Laura disse...

Pois tá, o Alves anda distraído, e distarido também ficou quando a tirou e não se lembrou de a voltar a por no lugar.. Ele já tem o recado, e não tarda nada tem-na aqui, lavada e passada a ferro pela mãezinha dele..vais ver....

Laura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
adrianna disse...

Laura,
Aquela seta ali na minha pernoca deve ter sido algum dos meninos "Anjo" ou "Alves" no tal "sarau" ... e a tinta nã sai, sabes???
1 beijo
P.S. Já fui ao Blog do Imperador!!! Xiii o que este Romano sabe :-)

L.S. Alves disse...

Podes até pegar a blusa de volta, mas fica difícil decidir se ficas melhor vindo ou indo. Eu como bom brasileiro tenho çá as minhas preferências, mas não fica bem expo-las em tão recatado ambiente.
Qualquer necessidade é só entrar em contato.
Um abraço.

adrianna disse...

Aceio isso como elogios, L.S. Alves :-) Obrigada
Então fica combinado, ficas com a blusinha como recordação até que nos encontremos aí no Brasil e escolheres outro "souvenir" , tá?
Entretanto, vou pedir à laura que é uma excelente profissional em costura para me fazer outra ainda mais sex :-)
1 beijo

Laura disse...

Mau mau mau..nem venhas cá como as miudas a quem fazia roupas no teatro...ó laurinha sobe mais a bainha..e a encenadora..não senhora e a laurinha piscava o olho..deixem comigo ninas e depois claro que levantava a bainha e o olhar da encenadora..então laura não está curto?' e a laura..claro que é assim que se usa..na sejas desmancha prazeres se as ninas ficam felizes assim...ehhh eu faço a blusa de bordadinho inglês menina....

adrianna disse...

Ora, tu até és uma costureirinho bem querida, mais pareces uma "fada madrinha" :d)
Foi só pedir e num ápice me fizeste uma blusinha tão ou mais nitinha que a outra eheheh
1 beijinho para ti

africana disse...

ahahahahahahahah,não foi bacanal não,ah pois é, a mente depravada é nossa,sim!!
Ora fechem lá a luz e quem a roubou que a ponha lá de novo!Foi o Alves?ah..ta certo, para recordação da ida ao jardim..
Tadita da moça,até a Laura já se dispôs a fazer outra,ou será que a Adrianna reconhecendo os teus dotes de costura, chorou e..mamou, no bom sentido claro!Não se diz que quem não chora não mama?!Ora fizeste tu muito bem!La voltates tu com uma blusa tão alva como a outra.