quarta-feira, 4 de abril de 2007

SAUDADE


Na solidão na penumbra do amanhecer.
Via você na noite, nas estrelas, nos planetas,
Nos mares, no brilho do sol e no anoitecer.

Via você no ontem , no hoje, no amanhã...
Mas não via você no momento.

Que saudade...

( Mário Quintana )




4 comentários:

Fallen Angel disse...

Engraçado... alguém postou recentemente:

« Todos estes que aí estão
atravancando o meu caminho
eles passarão.
Eu passarinho! »

( Mário Quintana )

adrianna disse...

E eu acabei agorinha de ler "melodia para uma rosa selvagem" lindo, lindo, lindo! Um texto que me lembra algo e me diz bastante. Quero ler o livro completo, please!
Mas nada de abrir o janelo, né senhor anjinho maroto?

Fico mto contente por ires passando por aqui e aguardo que deixes entrar uma réstea de sol no teu refúgio.

Fallen Angel disse...

( Neste momento as negociações decorrem... nada de janelo, sweet Adry ) ;-)

( Boa Páscoa )

adrianna disse...

Ok, vou manter-me alerta, ansiosa por te ver assomar à varanda, deixares invadir o teu espaço e quiçá serenar o espírito.
Boa páscoa

1 bjito