segunda-feira, 23 de abril de 2007

Livro, procura-se ...


Comemora-se hoje "o Dia Mundial do Livro" e eu dediquei parte do meu curto serão não a ler como seria de bom tom, mas a pesquisar na tentativa de encontrar um livro que li há muitos anos, cujo título e autor esqueci, mas que ao mesmo tempo e por mais estranho que possa parecer, foi o livro que mais me marcou.
Trata-se de uma linda estória de amor que deu algum colorido à minha adolescência.

Enquanto não encontro o que procuro ...
Florbela Espanca é sempre uma boa opção !!!

Vão orgulho

Neste mundo vaidoso o amor é nada,
É um orgulho a mais, outra vaidade,
A coroa de loiros desfolhada
Com que se espera a Imortalidade.

Ser Beatriz! Natércia! Irrealidade ...
Mentira ... Engano de alma desvairada ...
Onde está desses braços a verdade,
Essa fogueira em cinzas apagada?

Mentira! Não te quis ... não me quiseste ...
Eflúvios subtis dum bem celeste?
Gestos ... palavras sem nenhum condão ...

Mentira! Não fui tua ... não! Somente ...
Quis ser mais do que sou, mais do que gente,
No alto orgulho de o ter sido em vão!

( Florbela Espanca)


21 comentários:

Ahlka disse...

Infelizmente tb leio cada vez menos, o nosso ritmo de vida é cada vez mais frenético, com mini-pausas que não permitem mergulhar na magia dum livro :(

Olha que faz mal ler Florbela Espanca... ;)

adrianna disse...

eheheh
Ahlka, eu sei a que te referes.
A minha opinião é de que este tipo de leitura afecta apenas quem tem predisposição para a melancolia e se refugia nela.
Sou inconstante e um pouco dada a nostalgias, mas como felizmente tb sou mto alegre e brincalhona, os meus momentos negros acabam por ser curtitos e nunca mto graves.

Este poema da Florbela Espanca não resultou de uma escolha propositada. Guardei-o no meu pc já há algum tempo e só o publiquei pq ando sem tempo e sem motivação para escrever e porque a laura se queixou que o "truca-truca" do colchão lhe provocava tonturas ... não quero ser acusada de ser a responsável pelas vertigens dos meus amigos eheheh

Rafeiro Perfumado disse...

Já encontraste? Se for preciso ajuda, eu tenho bom faro! ;)

adrianna disse...

Rafeirinho,

Acho que msm com a ajuda de tão dotado faro, fica difícil encontrar algo que nem eu sei bem o que é ihihih
Se chegar a encontrar, eu digo, tá?

Jotabê disse...

Tenho dois livros para acabar e para aí uns 7 em fila de espera para serem lidos, e a culpa desta situação é do blog, ou seja, no tempo que me sobrava e que era dedicado à leitura, é agora ocupado a fazer posts e comentários nos outros blogs. Claro que em contrapartida também leio posts muito bons, o que faz até certo ponto colmatar a lacuna da leitura que se está a instalar, para além de, como é óbvio, esta diálise do comentário, proporcionar para além do aspecto relacional da coisa, a partilha dos sentimentos na primeiríssima pessoa e quase imediata.

Também concordo com a Ahlka, (esta menina que arranjou um nick de tal forma complicado, que para acertar nele tenho sempre que lhe abrir o blog, ou vê-lo escrito nalgum comentário dela, :) ), Florbela Espanca como alternativa, só se for para, quem não o conheça, ficar a conhecer o lado sombrio do ‘amar’.


:)

beijoca

africana disse...

Tá aqui um caso bicudo, ó ya..procurar sem saber o quê ou quem,hahaha, é tal qual como encontrar agulha em palheiro!Acho que nem um bom faro lá chega, agaaha.
Também gosto muito de ler mas falta-me o tempo para poder relaxar e deixar-me envolver pela leitura.Tenho um na mesa de cabeceira, acreditem que até brilha, de tanto lhe limpar o pó!ahahahaa, mas fico-me por aí.Anteontem peguei-lhe cheia de vontade, não passei de duas folhas lidas, é uma tristeza, uma frustração!
A Florbela é linda, mas prefiro seguir o conselho da Alkha..não estou em fase de ir por aí.

Ahlka disse...

Adrianna, conta por alto o que te lembrares da história, do tema, de cenários ou de certos pormenores.
Talvez algo seja familiar a algum de nós :)


PS.O mê nick é simples, só tem 5 letras. Há quem use 6 ou mais... :p

Laura disse...

Sábio conselho o da Alkinha, eu não tenho nenhum livro da florbela por iso mesmo, tristezas nem preciso de as ler, sobra-me as minhas ehh e poesia tristissima tem ela..Não compro, a Neide tem um que lhe ofereceram e nem peguei nele..


Adry, reclamei é certo, mas entre os dois prefiro ver o efeito que fez o meu alfinete no colchão ehhhhh, acho que é mais engraçado..quem vai ao ar?o mais gordo? ehhhhhhh, qual florbela espanta.......espanta pois....

Laura disse...

Eu para a semana vou ter roupas para teatro que será levado a Lisboa no dia mundial do teatro, o TINBRA. Teem uma modista para as coisas apressadas, mas roupa de categoria e bem feita e só como eu sei..lá me chamaram..são a mulher nenufar, terei que fazer as folhas para o vestido e a folha para ela se agachar no chão..tudo pensadinho ao pormenor..uma chinesa cheia de tules uma na sei quê, e um gnomo, fazer tudinho e acho que é daqui a dias nem 8..mau mau mau, ams eu faço pois..Nems eis e vou a Lisboa senão..na gosto de ver as minhas roupas vestidas por mãos alheias ehhh ó adry é desta que te conheço? ehhhhhhhh..

adrianna disse...

Alka, (assim k é bem mais simples eheheh)
A minha amiga que mo emprestou 2 vezes disse-me hoje que o dito deve estar algures encaixotado. Com as dicas que lhe dei, disse-me sem hesitação que o nome do livro é "Então e eu?" (não se lembra do autor). Juro que este título não me diz nada e nem estou a ver a lógica do nome tendo em conta a estória.
Alkinha, aposto que tens o livro, ou pelo menos leste a estória, pois tens sensivelmente a idade dela.

Então vejamos:
Não me lembro em que país ocorre, (alemanha??).
Uma jovem responde a um anúncio e faz amizade, trocando cartas com uma "Amiga" creio que dum país vizinho ... se não me engano essa amiga tem um nome (diminutivo) alemão. Durante meses, ela faz todo o tipo de confidências à amiga virtual. Entretanto, tem uma doença e é internada no hospital, está mto debilitada e chega a perder o cabelo todo. Tem uma paixoneta pelo médico e tudo isso ela vai confidenciando à moça.
Vai convalescer para uma instância de férias num país vizinho, creio e aí conhece um jovem que tb ali está a passar férias que já é hóspede habitual na estalagem,por quem se apaixona e continua a dar conta dos seus sentimentos à amiga.
A certa altura o jovem oferece-se para colocar a carta para a amiga no correio e ela acaba por descobrir que ele abre as cartas dela! Fica destroçada, acha-o um estafermo e começa a escrever o que será a última carta. Qdo está numa paragem de um autocarro, creio, houve uma habitante chamar o diminutivo igual ao da amiga e fica mto espantada ao aperceber-se que quem responde ao chamado, é um rapaz (creio que é Mark ou algo assim)
Faz-se luz na sua cabecita e percebe tudo!!! aquele nome, na sua terra é feminino, ali é masculino ... tinha-se escrito todo aquele tempo com um rapaz. O mesmo que conheceu e por quem se apaixonou .. o que lhe lia as cartas, não por ser bisbilhoteiro e mal formado, mas pq lhe eram destinadas. Volta e termina a carta explicando que entendera tudo e ficam juntos e são mto felizes (não sei qtos meninos tiveram eheheheh)

adrianna disse...

Podes crer, Alkinha, que este tipo de leitura, a menos que ande com a cabeça aluada eheheh
Gosto de romances trágicos e dramáticos. Sou capaz de chorar baba e ranho na hora, assim como acontece com filmes. Lembram-se de "e tudo o vento levou?" Quem não choraria???
mas os meus filmes e livros preferidos são de acção: policiais, ficção, etc..

O 1º filme que vi, tinha então 15 anos, foi "o passageiro da chuva" em que Charles Bronson" fazia de detective ou polícia e desvendava um crime eheheheh

adrianna disse...

No comentário anterior queria dizer que este tipo de leitura (Florbela Espanca, Pessoa, etc.) não me afecta muito. Aliás, qdo ando em fase negativa, nem a procuro.

Acho que já tou meia bêbeda, mas é o João pestana a chegar (té já como as palavras eheheheh)

Jotabê disse...

Adriana se gostas de policiais e romances, então não posso deixar de te aconselhar o ‘Inevitável’ de Mafalda Belmonte.
Quanto ao livro que procuras pela descrição que fazes, parece-me uma história interessante, mas não o conheço.

PS:
JO – TA – BÊ, tem harmonia, sintaxe equilibrada, simples mas também misterioso, sem que as seis letras lhe confiram algum tipo de complexidade

Agora

AH – ÉLE – KA, está destruturado e disfuncional, tem ali uma vogal desprezada a cada ponta e ainda por cima repetida, (tchhhh), e uma série de consoantes jogadas ali para o meio, onde nunca se consegue saber, se é o agá que vem primeiro, ou se o kápa está antes do éle, enfim, UM NICK KOMPLICADO E MÁNADA!!

:)

Beijocas

Pascoalita disse...

eheheheh não pude deixar de me rir com a lamúria do Jotabê sobre o teu nick.
Não é por nada, Jotinha, mas a mim parece-me que tu inda o complicaste mais eheheheheh

Eu, por via das dúvidas de vez em qdo tiro-lhe o "agá" e pronto! Mas deixem que vos diga, assim, como ele foi criado, é bem original e tem imenso charme :)
bjinhos

P.S. Só para constar: no início tb tinha esse problema (nunca sabia se o "agá" era antes ou depois do "ele" e nem onde deveria encaixar o "capa", mas depois da explicação que a nina Ahlka deu, nunca mais me enganei.

Sandokan disse...

Florbela Espanca e os seus sonetos serão um marco eterno na excelência da poesia portuguesa.

Falemos do 25 de Abril de 1974 e as portas que Abril abriu.

Lê e comenta o texto do Jorge Carvalho no

http://lusoprosecontras.blogspot.com

Ahlka disse...

Hehehe Pascoalita, haja alguém que me compreenda!
Anda aí um nick harmonioso cheio de mistério e sintaxe que não lê o meu blog, por isso não sabe que estou toda espelhada num nick de 5, que poderiam ser de 4 letras ;)

Adrianna, com uma história dessas apostava em, pelo menos, 11 rebentos para os eternos apaixonados :)))
Embora tenha lido livros de que já nem me lembro, consigo pelo menos ver se é um 'déjà vu ou não...E sinceramente, não me lembro de me ter passado tal história pelas mãos. Pede à tal amiga que desencaixote tudo! ;)

PS. Jotinha, não te quero desiludir, mas conheço mais dois nicks iguais ao teu, é quase como chamar-se maria no meu tempo...
No meu está incluída a minha profissão, o meu temperamento e um pouco de história de vida... Um pouco mais e era um autêntico chip.
E mainada!;p

Pascoalita disse...

Viram como não sou só eu que gosto de estórias simples?
Esse é um livrinho para adolescentes, tipo os "famosos 5", de Enid Blyton, ou os 7, e mais recentemente a "colecção aventura" Eu li mtos deles eheheh

Também tenho uma outra estória com outro livro, passada há mto tempo.
Eu tinha pouco mais de 15 anos. Nesse tempo havia uma série de assuntos que eram tabu, como deves saber.
Costumava ir aos fds e férias com os padrinhos para a casa de Sesimbra, onde havia livros dele e dela, separados, e fechados em armários.
Lembro-me de me ter interessado especialmente por um livrito já muito gasto pelo uso e de o ter lido às escondidas da madrinha, uma senhora católica e muito conservadora. Tb voltaria a ler este heheheh
Tenho ideia que se tratava de um amor proibido entre 2 jovens, vivido num solar. Ele nobre, filho do palácio, ela uma pobre miúda órfâ que a senhora recolhera por piedade.
O amor dos jovens era proibido, pq afinal eram irmãos. A miuda era sua filha... um segredo mantido a 7 chaves pq era "filha do pecado" eheheheh
O que a minha madrinha me ralhou por ter abertyo o armário e lido um livro de adultos eheheh
O títuoo er alco do género "O lago dos cisnes brancos" ou o lago azul"

Olha só para o que me deu hoje ... reabrir o baú das recordações eheheh

africana disse...

títuoo er alco do género "O lago dos cisnes brancos" ou o lago azul"

ou os cisnes azuis, ou os cisnes do lago, ou os cisnes brancos do lago azul, nem me parece assim tão difícil lá chegar..hiihiii

adrianna disse...

Jotabê,
Não conheço esse livro (Inevitável), mas tal como tb já aqui escreveste, o tempo não chega para tudo e os Blogs e mails já me esgotam praticamente todo o tempo livre que consigo arranjar.
Mas vou reter esse título e talvez nas férias consiga arrnjar um tempinho ... depois é só metê-lo à frente da fila eheheh

africana disse...

títuoo er alco do género "O lago dos cisnes brancos" ou o lago azul"

Pudera!! Como é que tu te queres lembrar do titulo se ele está escrito em Latin???? ah!! assim é muito mais fácil!!!!

Pascoalita disse...

Oh nina africana marota ...
Há uma ix-pi-li-ca-ção para a minha confusão, sabe? e mtas atenuantes, ouviu ???
1ª - já passaram muitos anos!
2ª - depois disso, na minha vida já me cruzei com "n" cisnes, lagos, coizas azuis e até multicores!

E se em vez de ironizar, ajudasses a pesquisar os livros, hen?