quinta-feira, 5 de abril de 2007

Quiseram ensinar-me ...

Quiseram ensinar-me como a vida viver
De um lado o sentimento do outro o prazer
Forçando-me, enganando-me, fingi aprender
E em cada gesto, em cada acto, em cada afazer …
Era um pouco de mim que sentia morrer


Questionar-se-ão o que então me moveu
A agir assim, de forma modesta e deplorável
Conforme há razões que a razão desconhece …
Como explicar o inexplicável???
Só sei que o meu SER permanece imutável

(Adrianna)


11 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Imutável não, que o teu Plutão foi à vida... ;)

Obrigado pela visita, Adriana! Um grande RAUF para ti!

adrianna disse...

Pois ... este versito já está desactualizado eheheh
foi escrito antes da grande descoberta. Tem de ser reformulado eheheh
Tb gostei da tua visita
:)

david santos disse...

Bem, Adriana! Só te posso dizer uma coisa: espectacular! Todo o trabalho é muito bom, mas as rimas perfeitas da primeira parte, são brilhantes.
Parabéns.

Pepe Luigi disse...

Tenho que lhe pedir desculpa por não visitar o seu cantinho tão assiduamente como eu desejava. Tive uns contratempos técnicos do próprio computador.
De futuro estarei mais presente para poder comentar todos as tuas postagens. Valeu?
Aproveito para agradecer e retribuir um desejo de boa e tranquila Páscoa.

Um beijinho
do Pepe.

adrianna disse...

Olá, Pepe :)

Nao carece pedir desculpas. Só estava um pouco apreensiva pelo seu silêncio.
Ainda bem que o motivo foi esse e não algo mais grave e voltou numa época festiva e de paz.

Boa Páscoa
1 beijo

adrianna disse...

David Santos

Tenho consciência de que não tenho mto jeito para poesia. No entanto, este tipo de escrita por rima ou metáfora, proporciona-me um certo bem estar, como que me alivia a tensão.
Tem uma feliz Páscoa


1 beijo

mary90 disse...

Boa noite, Adrianna.
Desejo uma boa Páscoa com muita alegria, amor e muitas amêndoas.
beijocas.
Mary90

adrianna disse...

Olá Mary90 :)

Obrigada. Uma santa Páscoa tb para ti e todos os que te rodeiam e preenchem a tua vida.
1 beijo

africana disse...

ó Adrianna se este está desactualizado,cá espero o "depois" da descoberta,tens queda, espaço também, ora mostre aqui os seus dotes, este está girissimo.

adrianna disse...

Africana,
desactualizado pq foi inspirado em factos passados há muito!

Tendo em conta que na época eu estava sob a influência de Plutão e Marte e hoje apenas me resta o segundo, será que os factos que motivaram o verso se passariam de agora de forma diferente? Estou em crer que sim!
Logo, será legítimo imputar mto do mal que me aconteceu no passado ao planeta Plutão ... não concordas, nina africana?
Por outro lado, como entretanto doi desclassificado, como poderá ser responsabilizado? como me indmnizará de eventuais porejuizos?
temos aqui caso bicudo :o)

africana disse...

Indminização???..hahah, vens em má altura nina..até por lá a crise já chegou..nem Plutão escapou!Mandaram-no às urtigas!É mais um caso por resolver realmente, mas num país de incongruências,e estando o arguido tão longe,espera sentada que de pé cansas-te, ahahahah!Mas fogosa como me pareces ser..estás muito mais enquadrada em Marte..é uma questão de o saber explorar..ora dedica-te e deixa de carregar pesos mortos!!