sábado, 4 de abril de 2009

Hoje e sempre ...



Hoje, amanhã e sempre,
num frenesim alucinante ...
meu corpo trémulo e ardente,
aguarda o teu, vigoroso e pujante.

Todo o meu ser por ti anseia,
que nem a noite pelo alvor ...
penosa e longa é a espera ...
de apaziguar o nosso AMOR
(Adrianna)

16 comentários:

Laura disse...

Ai o amor
Coisa louca
Que quando se ama
deveras
Sabe a coisa pouca!...

Lindo poema minha nina, e respondi-te em verso...
beijinhos e abraços...da laura..ora v~es como sabes escrever? nem precisas de copiar, inventa-se ora pois..

Zé do Cão disse...

Estás apaixonada com certeza.
És nessas ocasiões, que nos chegam todas as inspirações.

beijocas

Cusca Endiabrada disse...

Uau! Agora é que entendi porque razão saiu do CASULO!

Ela bem disse que teve uma mão que a puxou eheheh

Se o maroto te fizer esperar muito,
a solução é atá-lo ao pé da cama eheheh

dentadinhas

Pascoalita disse...

Olá menina Adry :)

Se como parece é o AMOR que te inspira, toca a alimentar esse sentimento.

E já agora, a minha sugestão é semelhante à da cusca endiabrada ... quando o teu amado chegar, enfiem-se ambos no casulo e ficarão ambos quentinhos eheheheh

jinhos

Laura disse...

Ora, ora, a nossa adry é assim a modos que a nina das resteas, sonha muito, tanto que os sonhos parecem-lhe as duras realidades quando desperta...mas, bons sonhos e melhores realidades, o amro, ao i amor...beijinhos da laura..qual casulo? uma praia paradisica, se puderes entrar numa de biquini (não vás ter preseuntos como eu) inda é melhor...ahhh Beijinhos.

Laura disse...

Olha que eu vou fazer uma excursão para oa amantes!...queres que te reserve lugar? virtualmente não tem prós nem contras...melhor assim, na se gasta, na é preciso comprar roupas, enfim... ahhhhhhhhhhhhhhh...

Laura disse...

Amor quando entra pela porta
Fica ali a olhar
A perguntar se pode entrar...

E se não houver obstáculos
Porque não?
Nada se perde em tentar ...

Cusca Endiabrada disse...

Ó menina Adrianna (com 2 "n")

Mas afinal o que se passa? Da janela da pascoalita ve-se um "ninho" no seu jardim ...

chego aqui encontro a menina, desolada, como quem acaba de deixar escapar o "passarinho" ...

Não seria melhor explicar à cusca endiabrada o que se passa? Quem sabe eu não podia dar uma ajudinha, por exemplo levando um recado.
Olha que podes confiar! Prometo que só conto a mais 10 cusquinhas como eu, tá?

dentadinhas

dentadinhas

Pascoalita disse...

ahahahahah

Adry,

vai na conversa dessa desmiolada, vai ...
mas ela tem razão numa coisa:

Também vi um ninho e por acaso tinha um ovo :) será o ovo que faltam ao mexicano tarado? ahahahah

Nina, fico feliz por saber que estás bem e fico a torcer para que essa espera não seja muito longa.

jinhos e boa semana

Laura disse...

Ai aminha afilhada mete comnselho dos bravos... depois o resultado que se avenha. minha nina curiosa, a adryzinha precisava de um namorado a valer, cheio de grana para a levar a passer por sitiso lindos (acho que precisamos d eoutro cruzeiro daqueles, mas, a sério) ah, e porque não embarcarmos todos num, os que mais gostamos dos blogues? maravilha, ora vamos consultar as listas, prometo que vou, nem que tenha d eir pró lado do flautista segurar no chapéu, mas, desta vez é por uma boa causa, ahhh, pra mim!... Passeio, alegria, namoricos sem fim, e casamentos à vista no regresso, mas, divórcios primeiro, antes de ir na viagem, ehhhhhhh Beijinhos adry...muitos emuita paz, laura..

Anónimo disse...

Senhora menina toda airosa e a precisar que alguém lhe coce as costas. vão umas mãos aveludadas, ternas, apaixonadas?

Anónimo disse...

Me responda moça, moça? senhora? solteira? casada? ui, onde me vim meter. Espero que não seja um ele ao contrário.

Laura disse...

Pariga, que bom que estiveste no resteas, já estava desacostumada a ver-te ehhh, reparei que tens sempre alguém no teu encalço...uau, podias mandar metade pró resteas que tem falta de romance...
Nada de princêpês, ele deixou-me sem castelo e destronada, bolas...Beijinhos.

Pascoalita disse...

ahahahahahahah só agora entendi a que ninho e passarinho a endiabrada se referia ...

De facto vejo ali ao lado um mninho com um ovo dentro ahahah que é feito da galinha? Assim nunca mais tens pintos eheheh

Acho que sei o que se passa ... também já me aconteceu. Deves ter um novo post em stand bay.

Distraída como sou, se a cusca não tivesse cuscado, nem teria dado por isso.

jinhos.

marius70 disse...

Há noites assim! Espera-se... Espera-se e no fim desespera-se!

Que tenha sido apaziguado o Amor e que a espera tenha sido afinal um ponto de partida para nunca mais haver ponto de chegada!

Gostei do teu poema, pequeno mas sentido!

Tudo de bom!

Adrianna disse...

Meu caro Marius70,

Não sou pretensiosa para o classificar de poema, mas que encerra muito sentimento podes crer que sim.

Da sensibilidade que te reconheço nas coisas belas que já li de ti, acredito na tua capacidade para avaliares, assim como na sinceridade das tuas palavras.

Um beijo
Adry